Registro de Marcas: OpenAI Encontra Obstáculos para Registrar "GPT" nos EUA

Publicado por: PROTV
20/02/2024 10:26 PM
Exibições: 157
Cortesia Editorial Freepik
Cortesia Editorial Freepik

Escritório de Marcas e Patentes dos EUA rejeita pedido da OpenAI, considerando "GPT" um termo genérico no campo da IA

 

A recusa do Escritório de Marcas e Patentes dos EUA (PTO) em permitir que a OpenAI registre a marca GPT destaca a natureza desafiadora de registrar termos considerados genéricos ou amplamente utilizados no domínio da inteligência artificial. A justificativa do PTO, de que "GPT" é um termo genérico que pode impedir concorrentes de descreverem corretamente seus próprios produtos, ressalta a importância de garantir que termos comuns não sejam monopolizados.

 

A OpenAI, ao argumentar que "GPT" é um termo único, expressa seu desejo de proteger a identidade associada ao seu modelo específico, que se tornou amplamente reconhecido no campo de IA. No entanto, a decisão do PTO destaca a necessidade de equilibrar o reconhecimento da singularidade de um produto com a prevenção da apropriação exclusiva de termos que podem ser considerados genéricos.

 

A possibilidade de recorrer ao Trademark Appeals Board sugere que a OpenAI ainda tem opções para buscar o registro da marca GPT, indicando que o processo pode não estar encerrado. Esta não é a primeira vez que a OpenAI enfrenta esse desafio, destacando a persistência da empresa em buscar a proteção de suas marcas, mesmo diante de obstáculos anteriores.

 

O fato de a OpenAI ter começado a atribuir nomes de marcas separados, como Sora, para seus serviços pode indicar uma estratégia para contornar as limitações associadas ao termo GPT. Isso ressalta a importância da inovação não apenas nos produtos, mas também na estratégia de branding, à medida que empresas buscam proteger e diferenciar suas ofertas no mercado competitivo de tecnologia.


Mike N.

Conteudista da The Mobile Television Network

 

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags: